Desejo...

Desejo...
Eu sinto teus dedos passeando por todo meu contorno...(clique na imagem)

terça-feira, 23 de fevereiro de 2010


Eu dizia: “nenhuma brisa é triste”,
e procurava água, lábios, um corpo
onde a solidão fosse impossível...

Eugênio de Andrade

Nenhum comentário: